(51) 3519.7919 | (51) 3207.5555 | contato@preventivars.com.br

Preventiva

Conceito Maitland

Image title



O conceito Maitland foi criado na década de 60 pelo fisioterapeuta australiano Geoff Maitland, que se baseia numa anamnese minuciosa, exame físico (movimentos ativos, passivos e acessórios), sinais e sintomas; todos esses dados são a base da avaliação para que o fisioterapeuta escolha a melhor técnica de tratamento. Sua principal característica é a possibilidade de alívio imediato da dor e ganho de amplitude de movimento.

O exame físico consiste na avaliação dos movimentos ativos, seguido dos movimentos passivos e acessórios das articulações que estão direta ou indiretamente relacionadas com a queixa do paciente. A base para esta forma de avaliação se dá, pois as lesões podem levar tanto a uma perda dos movimentos fisiológicos, quanto dos acessórios.

O tratamento tem como objetivo reestabelecer os movimentos articulares através de técnicas de mobilização (movimentos oscilatórios) e de manipulação (movimentos de alta velocidade).

  • Grau I: Movimento de pequena amplitude, realizado abaixo da faixa de resistência, adequado para o tratamento de condições altamente irritáveis. Mais utilizado para analgesia;
  • Grau II: Mobilização de maior amplitude do que o Grau I, porém, ainda abaixo da resistência do tecido. Adequado quando a mobilização gera dor antes da restrição do movimento articular e também é mais utilizado como analgesia;
  • Grau III: Mobilização de grande amplitude executada dentro da resistência do tecido e é utilizada quando a resistência ao movimento é detectada antes da dor;
  • Grau IV: Utilizada quando a resistência ao movimento é detectada antes da dor e é um movimento de pequena amplitude, executado no final, porém ainda dentro da resistência tecidual. Realizado em dores crônicas de baixa irritabilidade.

 

Indicações
  • Dor
  • Hipomobilidade
  • Espasmo
  • Inflamação

 

Contra Indicações
  • Fraturas recentes
  • Compressão da medula espinal
  • Compressão da cauda equína
  • Doença ativa das vértebras
  • Tonturas posicionais quando há rotações (coluna cervical)
  • Dor intensa nas raízes dos nervos
  • Osteoporose