(51) 3519.7919 | (51) 3207.5555 WhatsApp (51) 991257340 | contato@preventivars.com.br

Preventiva

  • Playlist ideal para fazer exercícios físicos

    Cientistas da Universidade de Brunel (Londres, Inglaterra) decidiram trabalhar em conjunto com o Spotify para criar a lista de músicas ideal para fazer exercícios físicos.Os pesquisadores usaram o serviço de streaming de música para analisar cerca de 6,7 milhões de compilações destinadas ao uso nas academias de ginástica. Eles descobriram que graças ao ritmo, letra e principlamente o bpm (batidas por minuto), algumas músicas são capazes de nos estimular. No geral, tentamos nos adequar a batida da música, fazendo com que nosso corpo se esforce mais do que se não estivéssemos ouvindo nada. Baseados nesse estudo, eles chegaram a playlist considerada “ideal”.


    Confira a playlist na íntegra no nosso Rdio:



    Fonte: juliapetit.com.br

    Leia Mais


  • Beber água protege o organismo contra os ataques do coração

    Image title

    Especialista explica como esse simples hábito pode fazer toda diferença para nossa saúde. Dr. Fábio Cardoso especialista em medicina preventiva e longevidade garante que quanto mais copos de água você bebe, menor é o risco de você ter um infarto cardíaco fatal ou mesmo desenvolver doença cardiovascular.

    E quanto mais você opta por outros líquidos não-saudáveis (café, chás, refrigerantes, sucos industrializados, adoçados ou não), menos desta “proteção” você terá.

    Este dado foi demonstrado num excelente estudo onde epidemiologistas da Universidade da Califórnia apresentaram após analisarem os dados de seguimento de aproximadamente 20.000 pessoas que eram Adventistas do Sétimo Dia.

    Adventistas do Sétimo Dia são cristãos que acreditam no retorno de Jesus Cristo à Terra. Independente de sua crença religiosa, eles possuem um estilo de vida saudável se compararmos com a sociedade ocidental moderna: Eles não fumam, não consumem bebidas alcoólicas e tentam levar suas vidas o mais saudável possível. Foi por estes preceitos que os epidemiologistas se interessaram em acompanhá-los.

    Os pesquisadores monitoraram 12.017 mulheres e 8.280 homens, todos adventistas, por um período de 6 anos. Como pré-requisito, todos os participantes estavam saudáveis, sem doenças no momento de entrarem no estudo.

    Desde a entrevista inicial, um dado chamou a atenção dos pesquisadores: a grande quantidade de água que eles consumiam diariamente. Nos homens que consumiam mais de 5 copos de 240ml de água reduziam em 40% o risco de eventos cardiovasculares graves. Nas mulheres que consumiam mais de 5 copos, a redução foi de 35%.

    Os pesquisadores é óbvio que procuraram outras relações para explicar esta redução de risco, como idade, pressão arterial, índice de massa corporal, exercício físico, consumo de nozes/oleaginosas e grãos integrais na dieta. Independente de todos estes fatores, quanto mais água eles consumiam, menores os riscos para infartos fatais ou doenças cardiovasculares.

    Outros líquidos como café, chás, refrigerantes ou sucos não tiveram este efeito protetor. No caso dos refrigerantes e suco industrializados adoçados, na verdade até piorou os riscos.

    Os pesquisadores pensam de uma forma bem simples para explicar esta “proteção” gerada pela água: o sangue fica “menos grosso”, reduzindo o risco de eventos que geram trombose – reduzindo o risco de obstruções agudas nas artérias, sendo esta parte das causas dos infartos.

    E outro dado coletado neste estudo que vale ressaltar: indivíduos que consumiam 3 copos de suco de fruta por dia, a concentração de triglicerídeos no sangue era 50% maior que o grupo que só consumia água (lembrando que níveis elevados de triglicerídeos estão relacionados com aumento do risco de diabetes e eventos cardiovasculares como infartos e derrames cerebrais.

    Outros tipos de bebidas, como café e chás, se consumidos em excesso podem ter um efeito negativo, pois ambos podem ser estimulantes e ainda ter efeito diurético (o correto seria individualizar o consumo, orientado por um profissional nutricionista para ter efeitos positivos no consumo).

    Só para lembrar Dr Fábio afirma que independente do credo, bons exemplos no âmbito da promoção de hábitos saudáveis e com potencial de aplicação em larga escala devem ser valorizados e laureados. E aqui fica a ressalva para o simples hábito de consumir água. Fácil e efetivo, sem fórmulas mágicas. Tá com sede? Beba Água.


    Fonte: www.educacaofisica.com.br

    Leia Mais


  • Drenagem Linfática e os seus benefícios

    Image title


    A drenagem linfática é uma técnica de massagem que trabalha o sistema linfático, estimulando-o a trabalhar de forma rápida, movimentando a linfa até os gânglios linfáticos. Essa técnica foi desenvolvida em 1932 pelo terapeuta dinamarquês Vodder e sua esposa e, posteriormente, foi aprimorada, tornando-se popular.

    A massagem terapêutica atua na prevenção de celulite e ajuda a limpar toxinas que formam os nódulos de gordura. Isso elimina o inchaço do corpo e aumenta a oxigenação da pele em curto prazo. O método ainda deixa a pele com uma aparência mais saudável, além de proporcionar uma melhor circulação sanguínea.

    COMO FUNCIONA A MASSAGEM

    O sistema linfático funciona paralelamente ao circulatório. É formado por uma grande rede de vasos, distribuídos por todo o corpo, coletando os líquidos dispersos, filtrando e direcionando-os para circulação sanguínea. Desta maneira, a drenagem atua com manobras que levam estes líquidos para as estruturas responsáveis em coletá-los.

    A massagem é realizada através de pressões leves. É importante frisar que o método não é doloroso, tampouco deixa hematomas (roxos na pele). As pressões feitas na pele direcionam os líquidos do corpo para as estruturas do sistema linfático, onde será eliminado através da urina.


    Image title


    OBJETIVOS DA DRENAGEM LINFÁTICA

    A função da drenagem linfática é retirar a linfa que fica acumulada entre as células, o que pode ser ocasionado por um retardo da pessoa na produção da linfa, por exemplo, ou por dificuldades da absorção por parte das células. Com essa estimulação, há a diminuição do inchaço e melhora dacelulite. O procedimento melhora também a circulação em geral, relaxa o corpo e pode atuar discretamente no combate a gordura localizada - uma vez que a massagem aumenta o metabolismo do local.

    Além disso, as mulheres costumam passar por quedas das taxas hormonais em vários momentos da vida, comomenstruação,TPM,gestaçãoe menopausa. Trabalhando a circulação sanguínea por meio da drenagem linfática, é possível normalizar um pouco melhor essas taxas hormonais, melhorando o bem-estar e ganhando mais saúde.

    Mas não se iluda, a drenagem linfática não emagrece por si só! Ela vai ajudar a reduzir medidas por acabar com o inchaço e eliminar toxinas do corpo. Mas para obter resultados mais efetivos será necessário abordar hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e prática de exercícios físicos.



    Fonte: minhavida.com.br

    Leia Mais



Voltar para o Topo